Mulheres e marcas de alto nível

Por: @July_chuchu

Nessa edição eu trago as cinco empresas de cosméticos veganas geridas ou idealizadas por mulheres! 

A demanda de maquiagem natural e orgânica no brasil aumentou significativamente e, como consequência, as empresas nacionais tentam ao máximo suprir esse novo nicho de mercado. Contudo, existem algumas empresas nacionais que já fazem esse trabalho de oferecer maquiagens veganas, essas que são empresas idealizadas por mulheres e que ainda colecionam alguns selos que provam sua seriedade com a causa. 

Baims (@Baimsnaturalmakeup)

Essa empresa de dupla nacionalidade – meia alemã e meia brasileira – foi idealizada pela publicitária Luisa Baims Albrecht que foi inspirada pela Europa, já que lá esse tipo de cuidado já era tomando em grande parte dos produtos.

Luiza mudou-se do brasil em 2000 para Frankfurt e com isso abdicou da carreira de diretora de produção e hoje, mesmo residindo fora do país, ela que coordena a sede brasileira.

 Certificações da empresa: The Vegan Society, Ecocert e Cruelty Free.

Bioart (@Bioart)

Essa empresa nasceu de uma necessidade pessoal de sua própria fundadora, Soraia Zonta tem uma pele muito sensível e alérgica, com isso ela moldou suas necessidades pessoais ao mercado fazendo com que a Bioart desse “oi” ao mundo em 2010, com total enfoque em produtos para a pele com conceitos biocosméticos e sustentáveis. 

Soraia também, há anos

atrás havia co-fundado uma marca de argilas, o que só a fez mais interessada no universo das formulas orgânicas e, graças a isso, um dos carros chefes da marca são as máscaras de argila bionutritivas, que foram parte de um dos primeiros lançamentos mas permanecem até hoje.  

Certificações da empresa: IBD, Ecocert.

Glory By Nature (@glory_by_nature_brazil)

Marca recente de Curitiba que tem uma linha de maquiagem orgânica, vegana e cruelty-free. A fundadora Clarissa Mey garante que a marca tem projetos de redução de impacto ambiental pelo uso de recursos renováveis e também investe na implementação de logística reversa para a embalagem de seus produtos. Além disso, Clarissa já concretizou o desejo de exportação da marca para o Canada e Inglaterra.

Certificação: Ecocert e Peta.

Organela (@Organela_maquiagem_organica_)

A Organela foi fundada por Fernanda Santa Cruz em 2016 e já conta com um portfolio bem completo em ingredientes orgânicos. A idealização veio da mesma causa que motivou Soraia (Bioart), que eram produtos indicados para alérgicos. Contudo, só isso não foi o suficiente e a empresa implementou embalagens recicláveis.
Certificação: Ecocert, Vegan e Selo EuReciclo.

Simple Organic (@simpleorganic)

A editora Patrícia Lima trouxe a marca Simple Organic ao mundo estreando nos rostos das modelos do desfile de Alexandre Herchcovitch, em 2017, na SPFW. Após isso, suas propagações comerciais só mostraram o quanto a marca tem um posicionamento ativista, vegano e feminista, uma vez que a marca exala a beleza negra, plus size e seus produtos são todos orgânicos.

Certificações da empresa: Ecocert